Quem é o homem que trancou menina de 12 anos em quitinete após levar vítima do Rio ao Maranhão

Suspeito tem 25 anos e foi de avião até o Rio, encontrou a jovem na porta da escola, em Sepetiba, e começou uma corrida de 3.100 km até São Luís.

Eduardo da Silva Noronha é o suspeito de ter levado a menina de 12 anos, do Rio, até o Maranhão — Foto: Montagem/g1

Morador de São Luís, de 25 anos, natural de Paulo Ramos, no interior do Maranhão, e identificado como Eduardo da Silva Noronha. Esse é o homem que levou uma menina de 12 anos, do Rio de Janeiro, até a capital maranhense, e a manteve em cárcere privado.

Segundo a polícia, a garota de 12 anos era procurada desde o dia 6 e foi encontrada nesta terça-feira (14) , trancada em uma quitinete. Eduardo acabou preso e agora é investigado por cárcere privado e também estupro, mesmo sem haver confirmação de relação sexual. A legislação considera estupro de vulnerável mesmo quando não há conjunção carnal. Antes, ele não tinha passagens pela polícia.

De acordo com o delegado Marconi Matos, da Delegacia de Homicídios, em São Luís, a menina conversava com Eduardo desde quando ela tinha 10 anos.

“Ele passou dois anos aliciando a jovem, nós temos que ter cuidado, ver o que nossas crianças estão fazendo no celular, no computador, temos que redobrar a nossa atenção dos nossos filhos, para não cairmos em uma situação dessa”, declarou o delegado.

Na semana passada, Eduardo foi até o Rio de Janeiro e levou a menina da porta da escola em Sepetiba, na Zona Oeste do Rio, em um carro de viagens por aplicativo até o bairro da Divinéia, na periferia de São Luís.

Ao todo, foram 3,1 mil quilômetros de viagem, em pelo menos dois dias dentro do automóvel, numa corrida que custou R$ 4 mil.

Menina desaparecida foi levada em carro de aplicativo até o Maranhão e estava trancada em casa; homem foi preso por cárcere privado

“Nós conseguimos, através de informações entre a delegada do Rio de Janeiro e a nossa equipe de inteligência, chegar ao local do possível cárcere da jovem. Ela se encontrava trancada em uma quitinete no bairro da Divinéia. Estávamos tentando abrir a porta, quando ela abriu a janela. Percebemos realmente que ela ficava trancada dentro da casa. Um crime de sequestro, ela só tem 12 anos de idade”, afirmou o delegado Marconi Matos.

Pais terão de ir ao Maranhão

Os pais agora tentam juntar dinheiro para buscá-la, pois a menina é menor de idade e não possui documentação. Até o momento, ela está sob cuidados do Conselho Tutelar na Casa da Mulher Brasileira, um centro de referência no atendimento a mulheres em situação de violência, em São Luís.

“A polícia explicou que ela é menor e está sem documentos. Então nós vamos ter que ir lá buscá-la. Só que nem eu nem a mãe dela temos condições financeiras. Estamos vendo como vamos fazer para arrecadar o valor das passagens de ida e volta”, disse o pai ao g1.

Açougueiro foi preso por cárcere privado — Foto: Reprodução/TV Globo

Mesmo preocupado em como fazer a viagem, o pai comemorou o encontro da filha pelas polícias do Rio e do Maranhão, onde a menina era mantida.

“Pediram para a família manter a calma e reiteraram que ela estava bem. Estou aliviado. Finalmente minha filha vai voltar para casa”, disse.

O pai contou ainda que a mãe da menina passou mal durante a semana com pressão alta e nos últimos dias chegou a perder a voz. “Ela está ansiosa para dar um abraço na filha”, disse.

Por Rafael Cardoso, g1 MA — São Luís

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

YouTube Sotaque

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade